Prolongamento
"Os adeptos têm que ter uma atitude para que estas situações não aconteçam"
2020-06-10 12:00:00
João Paulo Rebelo reage ao ataque ao autocarro do Benfica

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, reagiu ao ataque ao autocarro do Benfica, ocorrido na última quinta-feira, e repudia o sucedido.

À margem de uma cerimónia em Torres Vedras, João Paulo Rebelo salienta que o desporto nada tem a ver com a violência e que os autores do ataque “não podem ser adeptos do desporto”.

“Profundamente lamentável, como são de lamentar todos os episódios de violência associados ao desporto. O desporto nada tem a ver com a violência, costumo dizer que os adeptos da violência não podem ser adeptos do desporto, o desporto preconiza valores que nada têm a ver com isso”, indicou.

Ao mesmo tempo, João Paulo Rebelo lamenta que este ato de violência tenha acontecido numa altura em que Portugal deu um bom exemplo na retoma das competições profissionais.

"Lamento profundamente que aconteça numa altura em que Portugal é visto como um exemplo a nível internacional na retoma das competições, envergonhando objetivamente quem comete esses atos e deixando-nos a todos descontentes”, afirmou o secretário de Estado.

Sobre a violência no desporto, João Paulo Rebelo assegura que o Governo tem “feito a sua parte” para erradicar este tipo de comportamentos na sociedade.

O secretário de Estado vai mais longe e deixa um aviso aos dirigentes e adeptos do futebol português.

“Os adeptos e cada um de nós têm de ter uma atitude para que estas situações não aconteçam. Não há Governo que tanto tenha feito no combate à violência no Desporto”, salientou.

Por fim, João Paulo Rebelo refere que este trabalho de erradicar a violência no desporto e no futebol não pode ser feito apenas pelo Governo.

“Não será nunca um Governo sozinho a fazer este combate, como não serão apenas os clubes ou os dirigentes. Tem de ser um trabalho conjunto de todos”, concluiu.