Portugal
Vitória de Guimarães oferece vouchers aos detentores de lugar anual
2020-05-24 15:00:00
Jogos vão ser disputados à porta fechada

O Vitória de Guimarães anunciou hoje a atribuição de ‘vouchers’ aos sócios com lugar anual no recinto vimaranense, pela impossibilidade de assistirem aos jogos da I Liga, que vão ser disputados sem público, devido à covid-19.

Privados de assistirem aos cinco encontros do campeonato que a equipa minhota vai ainda disputar em casa, entre 04 de junho, perante o Sporting (25.ª jornada), e 19 de julho, com o Marítimo (33.ª), os sócios do clube que adquiriram lugar anual no início da época vão receber um crédito relativamente aos jogos à porta fechada.

"Os detentores de lugar anual 2019/20 podem optar por levantar um ‘voucher' com um crédito do valor proporcional aos cinco jogos em falta relativamente ao valor total do lugar anual adquirido [cinco jogos entre 17]", lê-se na nota publicada pelos vitorianos no seu sítio oficial na Internet.

Esse grupo de sócios pode pedir o ‘voucher' até 31 de julho, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, ou por e-mail, e utilizá-lo em "compras" nas lojas do clube ou em "futuras aquisições de lugares anuais" até 31 de dezembro de 2020, de "forma pessoal e intransmissível", refere ainda o comunicado.

O Vitória esclareceu ainda que os associados que "não manifestarem o interesse" no ‘oucher' vão "ceder o valor do crédito" ao clube, para "ajudar a manter a competitividade das suas equipas", e que os "detentores de camarotes, boxes e lugares vip" no estádio vão ser "contactados diretamente" sobre o assunto.

O emblema vimaranense informou ainda que todos os sócios têm a opção de adiar o pagamento das quotas de abril e de maio, "meses em que foi decretado pelo Governo o estado de emergência nacional" - Portugal esteve nessa situação entre 19 de março e 02 de maio.

Qualquer sócio que pretenda esse adiamento deve contactar o clube até 31 de julho, indicando "o motivo pelo qual lhe deve ser concedida a moratória".

Os associados que vejam os pedidos aceites pela direção vimaranense podem pagar os valores em atraso até 31 de julho de 2021, em três, seis ou 12 prestações.

O Vitória de Guimarães prometeu, contudo, "retribuir em tempo oportuno" o esforço dos sócios que já pagaram essas duas quotas ou que não "pretendam aderir ao regime de moratória".

As 10 últimas jornadas da edição 2019/20 da I Liga portuguesa de futebol, na qual a equipa de Guimarães é sexta classificada, com 37 pontos, vão decorrer à porta fechada, entre 03 de junho e 26 de julho, depois de a competição ter sido suspensa em 12 de março.