Portugal
"UEFA não teve coragem" e "não vai haver um critério uniforme em cada país"
2020-04-02 14:50:00
Especialista em assuntos ligados ao Direito no Desporto analisa impacto da Covid-19 na classificação final

A UEFA determinou um prazo limite para que cada Federação termine os campeonatos e envie o nome dos clubes que vão competir nas provas europeias da próxima época até ao início de agosto. Emanuel Calçada, especialista em Direito do Desporto, não percebe como é que a UEFA assume uma posição destas e antevê problemas pelo facto de cada Federação ter legitimidade para finalizar a Liga como entender.

"Por um lado, não vai haver um critério uniforme em cada país para indicar os clubes que vão competir nas provas da UEFA. Por outro lado, o clube que eventualmente se sentir prejudicado com esta indicação poderá abrir mão de meios internos para colocar em causa essa decisão", analisa Emanuel Calçada.

Ouvido pela 'Renascença', este especialista em assuntos ligados ao Direito do Desporto realça que tal situação "vai dar origem a instabilidade" e nota que o organismo que tutela as competições no 'Velho Continente' deixou escapar uma oportunidade de tomar uma decisão comum.

"A UEFA não teve a ousadia e a coragem de assumir uma posição relativamente aos países cujos campeonatos não vão chegar ao fim".

Emanuel Calçada explica ainda que caberá agora, no caso português, à Federação criar uma norma que permita que jogadores em final de contrato possam, de forma excecional, rubricar um novo e temporário vínculo com o clube para que possa terminar a época e assim possa jogar, dado que a época terminaria oficialmente a 30 de junho.

Um pouco por toda a Europa, várias são as ligas que estão suspenas devido à pandemia da Covid-19 e algumas podem não chegar ao fim, sendo que, nesta fase, muito se vai discutindo relativamente a quem deve ser campeão no caso do campeonato não terminar.

A Liga belga, por exemplo, deverá dar por terminado o campeonato, e sagrar campeã a equipa que, nesta altura, está na primeira posição.

Perante a Covid-19, UEFA também decidiu adiar o Euro2020 para 2021 e tem as suas competições suspensas, como é o caso da Liga dos Campeões e da Liga Europa.

O organismo que gere o futebol a nível europeu ainda não sabe quando é que a temporada pode ser retomada.

Tags: