Portugal
Todos os detalhes da passagem de Silas pelo Sporting
2020-03-03 23:25:00
O técnico anunciou a saída do clube leonino esta terça-feira, em conferência de imprensa

Jorge Silas anunciou hoje o abandono do comando técnico do Sporting após 28 jogos à frente da formação ‘leonina’, não tendo resistido à recente eliminação nos 16 avos de final da Liga Europa de futebol.

Jorge Manuel Rebelo Fernandes, mais conhecido apenas como Silas, deixa Alvalade com o Sporting no quarto lugar da I Liga, a 20 pontos do líder FC Porto, tendo comandado os ‘leões’ pela última vez na derrota de hoje no campo do Famalicão (3-1), na 23.ª jornada do campeonato.

O antigo médio, de 43 anos, viveu apenas a sua segunda experiência como treinador, depois de ter passado duas temporadas no Belenenses, e não ‘sobreviveu’ à eliminação na Liga Europa com os turcos do Basaksehir, que deixou o Sporting ‘apenas’ a lutar pelo terceiro lugar do campeonato até final da temporada.

Antes disso, sob o comando de Silas, além de ter ficado cedo arredado da disputa pelo título, os ‘leões’ foram precocemente afastados da Taça de Portugal na terceira eliminatória pelo Alverca, do terceiro escalão, e caíram nas meias-finais da Taça da Liga, frente ao Sporting de Braga, de Rúben Amorim, o seu agora sucessor no clube lisboeta.

Em 28 jogos, o ex-internacional português somou 17 vitórias, apenas um empate e 10 derrotas, em todas as competições,

Poucas semanas depois de ter abandonado o Belenenses, Silas foi o escolhido do presidente Frederico Varandas para suceder a Leonel Pontes no comando técnico do Sporting, numa época que já tinha sido iniciada pelo holandês Marcel Keizer.

Silas, que não pode dar instruções a partir do banco de suplentes, devido a não ter o nível IV do curso de treinadores da UEFA, estreou-se na sétima jornada do campeonato com um triunfo no terreno do Desportivo de Aves (1-0), com um golo de Bruno Fernandes já perto do final da partida, de grande penalidade.

Seguiu-se nova vitória sobre os austríacos do LASK Linz (2-1), para a Liga Europa, em Alvalade, mas a primeira derrota apareceu logo ao terceiro jogo e com ‘estrondo’.

Num encontro em que era ‘super favorito’, o Sporting acabou derrotado no campo do Alverca (2-0), do Campeonato de Portugal, e despediu-se da Taça de Portugal, prova que conquistou na época passada.

Derrotas em Tondela (1-0) e em Barcelos, com o Gil Vicente (3-1), ajudaram o Sporting a afastar-se da luta pelo título nacional e desaires caseiros com FC Porto (2-1) e Benfica (2-0), no início de 2020, colocaram Silas numa posição cada vez mais difícil no clube.

Na Taça da Liga, competição em que também era o detentor, o Sporting caiu nas meias-finais perante o Sporting de Braga (2-1) e voltou ao Minho pouco depois, somando nova derrota (1-0), mas para o campeonato, perante o seu principal rival na luta pelo terceiro lugar.

No início de fevereiro, Silas até viveu o seu melhor período como treinador do Sporting, somando quatro jogos sem perder (três vitórias e um empate), com algumas boas exibições à mistura, mas a queda na Liga Europa acabou por ser ‘fatal’ para o antigo jogador.

Depois do triunfo por 3-1 na primeira mão, num encontro em que teve oportunidades para construir uma goleada, o Sporting foi à Turquia com um ‘pé' nos oitavos de final da Liga Europa, mas acabou eliminado no prolongamento pelo Basaksehir, por 4-1.

Tags: