Portugal
"Temos que apoiar o gajo de 30 anos que chora porque falhou um penálti"
2020-03-04 23:50:00
Lage dá força a Pizza e emociona-se ao recordar Jaime Graça

Bruno Lage apelou à união dos benfiquistas e, sem referir o nome de Pizzi, pediu carinho para "o gajo de 30 anos que sai daqui com um prémio e chora porque falhou um penálti".

Ao discursar após ser agraciado com o prémio de treinador do ano, na gala Cosme Damião, o técnico do Benfica insistiu no "tempo de união", deixando ainda um apelo aos adeptos.

"Temos que apoiar o gajo de 30 anos que sai daqui com um prémio e chora porque falhou um penálti. A grandeza do clube tem sido feita por grandes jogadores, alguns aqui presentes entre nós. Campeonatos, competições europeias, têm levado o nome do Benfica ao mais alto nível. Os adeptos fazem o Benfica ou qualquer clube ser grande e nós temos adeptos dos quatro cantos do mundo. Este é o momento de nos apoiarem, porque vamos fazer de tudo para vos dar alegrias", afirmou.

Na sequência de "um mês terrível", após "um ano fantástico", Bruno Lage dedicou o prémio de melhor treinador aos benfiquistas que apoiam com palmas e... com assobios.

"Essa é a verdadeira paixão do adepto", explicou: "Nós também estamos tristes, dois dias depois os adeptos são os primeiros a dar-nos força para nos levantarmos".

No discurso, o técnico fez ainda questão de lembrar Jaime Graça, não escondendo uma certa emoção.

"Quem é que estava cá há oito anos? Eu também estava nomeado para esta categoria. Nesse dia, de manhã, recebemos a notícia que Jaime Graça tinha partido. Eu estava aí, tinha acabado de vencer o campeonato de juvenis e com uma vontade enorme de vencer este troféu e dedicá-lo, mas não venci. A vida é isto, deu-me a oportunidade de, sete anos e meio depois, fazer a devida homenagem, ao vencer o campeonato e dedicar-lho, porque ele merece", frisou Bruno Lage.