Portugal
Rui Alves elogia Benfica e diz que já foi adepto do "maior clube de Portugal"
2020-05-06 16:25:00
Presidente do Nacional nega "qualquer sentimento desagradável com o Benfica"

Rui Alves nega que tenha qualquer sentimento desagradável com o Benfica. O presidente do Nacional explica que procura manter uma relação "cordial" com todos os presidentes de clubes e até confessa que antes de assumir a pasta de líder do emblema da Choupana torcia pelos encarnados.

"É completamente falso que tenha qualquer sentimento negativo em relação ao maior clube de Portugal. De resto, e enquanto não ascendi à presidência do Nacional, os meus sentimentos clubísticos dividiam-se entre o ser nacionalista e o ser benfiquista", confessou Rui Alves, negando que faça ataques na comunicação social a qualquer clube "muito menos ao maior clube português".

Numa sessão de perguntas e respostas promovida pelo Record, Rui Alves desvalorizou, por isso, que nas últimas décadas não tenha realizado negócios com águias ou leões, ao contrário de dragões.

"Qualquer negociação faz-se sempre em função do interesses das partes, daí que me agrade negociar com qualquer um deles", revelou Rui Alves, confessando que se identifica no modelo de negócio implementado por Luís Filipe Vieira.

"Se avaliarmos só os últimos cinco anos, julgo pensar que o Benfica será o clube que mais adequado aos desafios do presente e do futuro."

Com o Nacional promovido na secretaria ao primeiro escalão na sequência do cancelamento da II Liga face à pandemia de Covid-19, Rui Alves explicou ainda que se não estivesse em posição de subida não iria partir para a via judicial para travar as decisões tomadas pela Liga.

"Não. Claramente não", disse, realçando que "com a competição cancelada, mesmo que tal decisão fosse diferente, não haveria nenhuma decisão que fizesse subir o Feirense."