Portugal
Rio Ave vence Moreirense e sobe ao sexto lugar
2020-06-12 21:15:00
Mehdi Taremi apontou o único golo do encontro

Um penálti concretizado por Taremi, ao minuto 36, permitiu hoje ao Rio Ave vencer no terreno do Moreirense por 1-0, em partida da 26.ª jornada da I Liga, e regressar aos triunfos.

Os vila-condenses encerraram um ciclo de três encontros sem vencer graças ao tento do avançado iraniano, num jogo em que dominaram totalmente a primeira parte e em que controlaram quase sempre a reação ‘cónega' nos segundos 45 minutos.

Com o triunfo alcançado no primeiro jogo disputado à porta fechada no Estádio Comendador Joaquim da Almeida Freitas, após a interrupção competitiva, o Rio Ave isolou-se no sexto lugar, com 41 pontos, ao passo que a turma de Guimarães, nona, com 33, encerrou um ciclo de sete jogos sem derrotas.

Com cinco alterações no ‘onze' face à derrota da jornada anterior, na receção ao Paços de Ferreira (3-2), a turma vila-condense dominou o primeiro quarto de hora, travando quase todos os ataques do Moreirense ainda no meio-campo contrário e circulando várias vezes a bola nas imediações da área contrária.

Apesar da supremacia, os rioavistas só ameaçaram o golo pela primeira vez aos 18 minutos, num remate de Gelson Dala defendido por Pasinato, três minutos antes do Moreirense chegar pela primeira vez com perigo à área contrária, graças a um remate de Luther Singh, extremo que jogara pela última vez nesta época em 15 de dezembro de 2019, no triunfo dos ‘cónegos' sobre o Belenenses SAD (2-1).

Esse remate defendido por Kieszek, numa fase em que se ouviram cânticos de apoio aos vimaranenses no exterior do estádio, foi uma ‘anomalia' numa primeira parte em que os vila-condenses se mantiveram por cima, contornando a pressão do Moreirense com passes rápidos e precisos que lhes permitia ganhar espaço para cruzamentos a partir das alas.

Apesar das dificuldades em criar oportunidades, o Rio Ave conseguiu a vantagem antes do intervalo, na sequência de um penálti cometido por João Aurélio sobre Taremi, que o avançado iraniano aproveitou para marcar o seu nono golo na presente edição da I Liga.

O treinador dos ‘cónegos', Ricardo Soares, trocou D'Alberto por Abdu Conte no lado esquerdo da defesa, após o intervalo, mas a turma da casa só começou a reagir à desvantagem a partir dos 55 minutos, à boleia da velocidade com que o lateral guineense subia pelo ‘corredor' esquerdo.

A turma anfitriã instalou-se no meio-campo contrário até aos 75 minutos, tentando vários cruzamentos para a área que se revelaram pouco produtivos, com a defesa a impor-se quase sempre ao ataque.

No último quarto de hora, o Rio Ave libertou-se mais vezes da pressão ‘cónega' e esteve perto de marcar o segundo golo quando Lucas Piazon falhou a ‘emenda' junto à pequena área, aos 83 minutos, e Iago intercetou um remate de Nuno Santos, aos 85.

O Moreirense criou a melhor situação para empatar aos 88 minutos, num lance com origem no lado direito, mas Nélson Monte evitou o golo perto da linha de baliza.

Jogo no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Moreirense - Rio Ave, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Taremi, 36 minutos (grande penalidade).

Equipas:

Moreirense: Pasinato, João Aurélio, Rosic, Iago, D'Alberto (Abdu Conté, 46), Fábio Pacheco (Nuno Santos, 59), Alex Soares (Nenê, 80), Filipe Soares, Bilel, Luther Singh (Pedro Nuno, 73) e Fábio Abreu.

(Suplentes: Trigueira, Steven Vitória, Abdu Conté, Ibrahima, Sori Mané, Pedro Nuno, Luís Machado, Nuno Santos e Nenê).

Treinador: Ricardo Soares.

Rio Ave: Kieszek, Nélson Monte (Júnio Rocha, 90), Santos, Borevkovic, Pedro Amaral, Al Musrati, Filipe Augusto, Diego Lopes (Lucas Piazon, 64), Carlos Mané (Nuno Santos, 64), Gelson Dala (Tarantini, 77) e Taremi (Bruno Moreira, 90).

(Suplentes: Paulo Vítor, Diogo Figueiras, Júnio Rocha, Messias, Tarantini, Vitó, Lucas Piazon, Nuno Santos e Bruno Moreira).

Treinador: Carlos Carvalhal.

Árbitro: Jorge Sousa (Associação de Futebol do Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Aurélio (34), Filipe Soares (40), Borevkovic (43), Diego Lopes (53), Iago (75) e Alex Soares (78).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.