Portugal
Paços de Ferreira vence Moreirense e sai da zona de descida
2020-01-05 17:35:00
Bruno Santos marcou o único golo do encontro aos 15 minutos

O Paços de Ferreira entrou com o pé direito em 2020, ao vencer hoje na receção ao Moreirense, por 1-0, logrando largar os lugares de descida após a 15.ª jornada da I Liga.

Bruno Santos, aos 15 minutos, marcou o único golo do encontro, aproveitando um erro do guarda-redes contrário Lucas Pasinato, e ofereceu três merecidos pontos ao Paços, que, pela primeira vez esta época, alcançou duas vitórias consecutivas no campeonato.

Na classificação, o Paços, agora com 14 pontos, subiu ao 16.º lugar, fora dos lugares de descida pela primeira vez na temporada, por troca com o Portimonense, que soma 13, equipas que se vão defrontar na próxima jornada.

O Moreirense, que estreou o técnico Ricardo Soares, caiu, por sua vez, para 12.º, com os mesmos 17 pontos.

O jogo foi disputado, mas a bola andou quase sempre longe das duas balizas e raros foram os momentos de grande qualidade, embora os locais tenham mostrado mais iniciativa e justificado um importante triunfo.

Num jogo marcado pelas estreias dos reforços João Amaral (entrou no decorrer do encontro) e Adriano Castanheira, que foi titular, o Paços logrou chegar ao golo após um canto, com Bruno Santos a beneficiar de uma saída extemporânea e de uma defesa incompleta de Mateus Pasinato para inaugurar o marcador.

O lateral brasileiro marcou no primeiro lance de perigo criado pela equipa, que não mais voltou a ficar perto do golo até ao intervalo, mas a formação vimaranense, algo encolhida no campo e sem conseguir explorar a velocidade nos corredores laterais, não fez melhor.

A perder, o Moreirense surgiu na segunda parte com as linhas um pouco mais adiantadas, mas o efeito prático desta mudança foi nulo, continuando a ser o Paços a equipa com mais iniciativa e a que verdadeiramente mais perto ficou do golo.

Murilo, aos 49 minutos, isolou-se, mas permitiu que Pasinato, rápido a sair dos postes, lhe negasse a intenção, e Luiz Carlos, aos 69, ainda queimou as luvas ao compatriota, com um remate a concluir uma jogada de combinação pela direita.

O Moreirense só nos últimos minutos se acercou mais da baliza do Paços, graças a um jogo mais direto, mas nunca conseguiu verdadeiramente incomodar Ricardo Ferreira.

Jogo no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira - Moreirense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Bruno Santos, 15 minutos.

Equipas:

- Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro, Bruno Santos, Marco Baixinho, Maracás, Bruno Teles, Adriano Castanheira, Vasco Rocha, Luiz Carlos, Hélder Ferreira (Oleg, 64), Murilo (João Amaral, 55) e Douglas Tanque (André Micael, 85).

(Suplentes: Simão Bertelli, André Micael, Oleg, Uilton, João Amaral, Diogo Almeida e Welthon).

Treinador: Pepa.

- Moreirense: Mateus Pasinato, João Aurélio, Rosic, Iago, Djavan, Fábio Pacheco, Filipe Soares, Pedro Nuno, Luís Machado (Nenê, 77), Fábio Abreu e Bilel (Alex Soares, 65).

(Suplentes: Pedro Trigueira, D'Alberto, Halliche, Sori Mané, Alex Soares, Texeira e Nenê).

Treinador: Ricardo Soares.

Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Vasco Rocha (24), João Aurélio (37), Rosic (58), Alex Soares (73), Pedro Nuno (82), Bruno Teles (82), Oleg (87) e João Amaral (90+2).

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, viu o cartão amarelo aos 82 minutos.

Assistência: cerca de 3.000 espetadores.