Portugal
“Os três grandes podem ter perdas no valor de 120 milhões”, diz economista
2020-03-31 16:45:00
João Duque antevê um cenário negro para os clubes em questão

Numa altura em que as competições nacionais e internacionais estão suspensas por causa da pandemia de Covid-19 na Europa e no Mundo, os clubes, mais do que nunca, estão preocupados com o efeito do vírus nas suas contas financeiras.

João Luís Correia Duque, economista e professor catedrático no Instituto Superior de Economia e Gestão, analisou o estudo do Observatório do Futebol Europeu (CEIS), que calculou a estimativa do impacto do novo coronavírus.

Em declarações ao jornal A Bola, o economista assegura que Benfica, FC Porto e Sporting vão ter perdas estratosféricas durante este período.

“Tendo em conta o valor mínimo encontrado nos 98 clubes do estudo, o Benfica perderia 55 milhões, o FC Porto, 45 e o Sporting, 20. Perdas agregadas, portanto, na ordem dos 120 milhões de euros”, afirmou João Duque.

Destacando que esses valores representam entre 25 a 30% do valor total dos orçamentos, o professor catedrático acha que, supondo que o valor de mercado dos futebolistas desça, face ao novo coronavírus, que o cenário pode ser mais negro.

“Quem tem 300 milhões de ativos leva uma pancada de 90 milhões. Isto faz mossa, é brutal. E estamos a falar de 30 por cento de queda em média. Nalguns casos poderá ser mais, noutros menos. Tudo é feito na base de que a época corre e se a época não corre”, comentou.

Na passada quarta-feira, Luís Miguel Henrique referiu que vários clubes e SAD vão passar por "uma razia completa" nas suas contas financeiras.

Alfredo Silva, em declarações à Agência Lusa, indicou, tal como João Duque, que Benfica, FC Porto e Sporting podem ter, cada um, perdas superiores a 27 milhões de euros.