Portugal
"Há muito tempo que vivemos com a pressão diária de conseguir pontos"
2020-01-03 18:10:00
Nuno Manta Santos observa ansiedade no Aves devido à luta pela fuga à despromoção

O treinador Nuno Manta Santos reconheceu hoje a luta quotidiana do Desportivo das Aves contra a ansiedade inerente ao último lugar da I Liga, em vésperas de receber o Santa Clara, na 15.ª jornada.

"Há muito tempo que vivemos com a pressão diária de conseguir pontos. Perante o grupo disponível, temos de colocar em prática as nossas vantagens e esconder os nossos defeitos. Neste momento, não somos tão bons quanto gostaríamos de ser", assumiu o técnico, em conferência de antevisão ao duelo de sábado, no Estádio do CD Aves.

Com dois triunfos nas 14 rondas disputadas em 2019, os nortenhos preparam-se para abrir o novo ano civil diante de um adversário também envolvido numa crise de resultados, pois não vence para o campeonato há três meses e foi afastado das duas taças nacionais.

"O Santa Clara só perdeu duas vezes fora [diante de FC Porto e Sporting de Braga, ambos por 2-0] e é uma equipa bastante organizada e pragmática, que gosta de enervar quem joga em casa. Vamos trabalhar para conseguir os três pontos, sabendo que é importante estarmos muito concentrados do início ao fim", projetou.

Depois da derrota consentida em Setúbal (1-0), os avenses estiveram quase três semanas sem competição, período que Nuno Manta Santos aproveitou para refletir sobre detalhes estratégicos e potenciais reforços a adquirir na reabertura de mercado.

"Dentro das possibilidades e em consonância com a administração, estamos a ver quais são as melhores soluções para integrar o plantel. A tarefa é árdua, mas temos esperança em conquistar os pontos necessários. Além disso, tentamos corrigir e evoluir todos os aspetos, mas isso não significa que amanhã as coisas aconteçam", estabeleceu.

O Aves assegurou hoje o defesa-central internacional angolano Jonathan Buatu, por empréstimo do Rio Ave, e o treinador até admite alargar o recrutamento aos restantes setores, com o intuito de "acrescentar qualidade e experiência ao grupo de trabalho".

Os dois emblemas começaram a medir forças na I Liga na última temporada, tendo os nortenhos averbado uma derrota e um empate diante dos açorianos.

O Desportivo das Aves, 18.º e último colocado, com seis pontos, recebe o Santa Clara, na 15.ª posição, com 14, no sábado, às 15:30, no Estádio do CD Aves.