Portugal
"Fomos muito passivos na primeira parte", lamenta Ricardo Soares
2020-06-12 22:25:00
Treinador do Moreirense desalentado com derrota frente ao Rio Ave

Ricardo Soares, treinador do Moreirense, considerou que o jogo com o Rio Ave teve "duas partes completamente distintas".

"Na primeira, fomos muito passivos. O Rio Ave, fruto de um interior muito forte, obrigou-nos a deslocamentos maiores do que os que queríamos. Demos espaço entre linhas, não tivemos bola e não fomos capazes de sair para o ataque. Costumamos ser fortes nas transições e isso não aconteceu. Na segunda parte, tínhamos de fazer outro tipo de jogo e fizemos", comentou.

No entanto, a formação vila-condense acabou por somar os três pontos.

"Atendendo à primeira e à segunda partes do Moreirense, o resultado mais justo era o empate. O Rio Ave criou-nos alguma dificuldade em transição, mas tivemos uma oportunidade para empatar, o que seria justo, por aquilo que os jogadores trabalharam", considerou.

"Não existirão quebras de confiança", garantiu Ricardo Soares: "Sabemos o que fazemos, acreditamos nos jogadores que temos e, quando se joga como jogámos na segunda parte, mais motivos temos para que a confiança permaneça. Hoje, fizemos uma segunda parte que até foi a melhor segunda parte que já fizemos cá. Tivemos um jogo de posse em que obrigámos o adversário a ir para trás. Fomos muito fortes na reação à perda".

"Quem entrou, entrou muitíssimo bem. Fomos muito mais pressionantes [na segunda parte] e os jogadores que entraram deram qualidade ao jogo. isso permitiu-nos fazer uma segunda parte de grande nível. Se tivéssemos estado melhor na tomada de decisão, certamente teríamos conquistado pontos", concluiu o técnico dos cónegos.