Portugal
FC Porto com goleada em Setúbal antes de receber o líder Benfica
2020-02-01 20:25:00
Dragões ainda jogam para a Taça de Portugal antes do clássico

O FC Porto goleou hoje o Vitória, em Setúbal, por 4-0, na 19.ª jornada da I Liga, resultado que permite aos dragões manterem-se a sete pontos de distância do líder Benfica, antes da receção às águias.

Corona e Alex Telles, aos 39 e 44 minutos, respetivamente, e Soares e Luis Díaz, ambos na segunda parte, fizeram os golos do triunfo tranquilo no Bonfim, estádio ‘talismã' para os dragões que não perdem em casa dos setubalenses desde 06 de março de 1983.

Com este resultado, o FC Porto, que segue no segundo lugar do campeonato, recolocou em sete pontos a desvantagem para o Benfica, líder da prova, passando a somar 47, enquanto Vitória de Setúbal, apesar do desaire, se mantém num tranquilo oitavo lugar, com 25.

Em relação ao jogo com o Gil Vicente, o FC Porto apresentou-se no Bonfim com Otávio e Luis Díaz como novidades no onze em detrimento de Romário Baró e Marega, enquanto nos sadinos o capitão Semedo, após cumprir castigo em Tondela, substituiu André Sousa.

Obrigado a vencer para não ver o Benfica, que no dia anterior já tinha vencido o Belenenses SAD (3-2), aumentar de sete para 10 a distância na liderança da prova, o FC Porto cedo assumiu o controlo do jogo e começou a aparecer com perigo junto da área contrária.

Aos nove minutos, Otávio aproveitou um mau alívio e Artur Jorge para rematar forte com muito perigo ao lado do poste direito da baliza defendida por Makaridze. Aos 17 minutos, Otávio voltou a ‘armar' um remate que só não fez estragos porque a bola embateu num opositor.

Apesar da tentativa de reação dos sadinos, os comandados de Sérgio Conceição continuaram a ser mais ameaçadores e só não inauguraram o marcador, aos 26 minutos, porque Soares errou o alvo. Na resposta, o Vitória de Setúbal não teve melhor pontaria num remate de Mansilla.

Sem surpresa, tendo em conta o ascendente que tinha na partida, o FC Porto chegou ao golo, aos 39 minutos, num remate colocado de Corona. Após livre de Alex Telles na direita, o jogador mexicano, após um alívio de cabeça de Guedes para a zona frontal, rematou para o 1-0.

Animados pelo golo, os azuis e brancos não tardaram a ampliar a vantagem por Alex Telles: aos 44 minutos, após passe de Sérgio Oliveira, o brasileiro, que já tinha participado na construção do 1-0, apontou o 2-0 com que se atingiu o intervalo.

Após o reatamento, o FC Porto cedo (48 minutos) ‘matou' a esperança sadina de poder lutar por uma recuperação no marcador. Soares, depois de um corte ineficaz de Artur Jorge, só teve de desviar a bola de Makaridze e rematar para o 3-0.

A vantagem folgada permitiu aos ‘dragões' gerirem o jogo sem sobressaltos. Sérgio Conceição, provavelmente já a pensar na partida com o Benfica, prescindiu dos três marcadores de serviço em Setúbal, substituindo Corona, Soares e Alex Telles por Romário Baró, Zé Luís e Vítor Ferreira, respetivamente.

As melhores oportunidades do Vitória de Setúbal em todo o jogo para marcar aconteceram já aos 84 e 85 minutos, quando Sílvio e Carlinhos, respetivamente, obrigaram o guarda-redes Marchesín a aplicar-se para evitar o golo dos sadinos.

Mais eficaz na baliza contrária foi Luis Díaz, do FC Porto, que, após uma série de avisos dos dragões, fechou as contas da goleada, por 4-0, em Setúbal já em tempo de compensação (90+1).

Jogo no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Vitória de Setúbal - FC Porto, 0-4.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Corona, 39 minutos.

0-2, Alex Telles, 44.

0-3, Soares, 48.

0-4, Luis Díaz, 90+1.

Equipas:

Vitória de Setúbal: Makaridze, Bruno Pirri, Artur Jorge, Jubal, Sílvio, José Semedo, Éber Bessa, Carlinhos, Zequinha (Leandro Vilela, 70), Mansilla (Nuno Pinto, 75) e Guedes (Hachadi, 62).

(Suplentes: João Valido, Mano, Nuno Pinto, André Sousa, Leandro Vilela, Leandrinho e Hachadi).

Treinador: Julio Velázquez.

FC Porto: Marchesín, Manafá, Mbemba, Marcano, Alex Telles (Vítor Ferreira, 75), Otávio, Matheus Uribe, Sérgio Oliveira, Corona (Romário Baró, 59), Luis Díaz e Soares (Zé Luís, 68).

(Suplentes: Diogo Costa, Diogo Leite, Romário Baró, Loum, Zé Luís, Marega e Vítor Ferreira).

Treinador: Sérgio Conceição.

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Carlinhos (45+2), Manafá (62) e Sérgio Oliveira (71).

Assistência: 7.390 espetadores.