Portugal
FC Porto B soma quinto jogo seguido sem perder
2020-02-16 14:30:00
Vitória na visita ao Casa Pia

O FC Porto B venceu hoje no terreno do lanterna-vermelha Casa Pia, por 3-1, em jogo da 21.ª jornada da II Liga, e leva já cinco jogos consecutivos sem conhecer o sabor da derrota.

Os golos de Mor Ndiaye (03), Rodrigo Valente (25) e Fábio Vieira (67), este de penálti, permitiram ao FC Porto B ascender provisoriamente ao nono lugar, com 28 pontos, fruto de uma série de jogos positiva, com quatro vitórias e um empate nas últimas cinco jornadas.

Já o Casa Pia, que ainda ‘assustou’ com o golo de Alexandros, aos 58 minutos, é cada vez mais último, com apenas 10 pontos, a 11 da ‘linha de água’, não vencendo para o campeonato desde a longínqua vitória caseira perante o Vilafranquense (3-2), em 02 de novembro.

O encontro começou da melhor forma para a formação secundária do FC Porto, ao abrir o marcador logo aos três minutos, pelo senegalês Mor Ndiaye, que cabeceou de forma exímia um cruzamento vindo da esquerda, do capitão Luís Mata.

A equipa lisboeta acusou o golo sofrido muito cedo e permitiu várias oportunidades de perigo ao FC Porto B, com o segundo tento a surgir com naturalidade, por Rodrigo Valente, aos 25. Contra-ataque letal dos ‘dragões’ iniciado por João Mário e entregue a Fábio Vieira, que assistiu para o golo, após alguma confusão na área.

A partir da meia hora, o Casa Pia começou a crescer e teve o seu primeiro sinal de perigo aos 33, mas o remate de Tiago André saiu fácil para as mãos de Ricardo Silva. Pouco depois, foi a vez de Alexandros atirar para boa defesa e, na sequência, Kelechi falhou o desvio à ‘boca’ da baliza.

Uma entrada forte do Casa Pia no reatamento permitiu ao grego Alexandros, de cabeça, reduzir a desvantagem aos 58 minutos, após cruzamento de Joel Monteiro, já depois de um remate ao poste de Fornah a abrir o segundo tempo.

O golo da equipa de Ricardo Peres trouxe alegria ao encontro e, um minuto depois, os ‘gansos’ estiveram muito perto de materializar a grande reação, novamente por Alexandros, mas Ricardo Silva efetuou uma enorme defesa.

Aos 67, uma grande penalidade a favor dos portistas acabou por ser um castigo pesado para a equipa da casa, com Fábio Vieira a bater Vanderlaan. A partir daí, o Casa Pia tentou reagir, destacando-se apenas um lance já nos descontos, num remate de Sávio defendido por Ricardo Silva, que voltou a negar o golo, na recarga, a Jeka.

Jogo realizado no Estádio Pina Manique, em Lisboa.

Casa Pia – FC Porto B, 1-3.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Mor Ndiaye, 03 minutos.

0-2, Rodrigo Valente, 25.

1-2, Alexandros, 58.

1-3, Fábio Vieira, 67 (grande penalidade).

Equipas:

Casa Pia: Vanderlaan, Joel Monteiro, Kelechi, Caio Marcelo, Tiago André, Fornah, Rodrigo Dantas (Sávio, 46), Enoh (Jeka, 83), Wilson Kenidy (Damien Furtado, 56), Mateus Fonseca e Alexandros.

(Suplentes: Rafael Marques, Pedro Machado, Sávio, Martim Maia, Jeka, Tharcysio e Damien Furtado).

Treinador: Ricardo Peres.

FC Porto B: Ricardo Silva, Musa Yahaya, Nahuel Ferraresi, Gonçalo Brandão, Luís Mata, Mor Ndiaye, Rodrigo Valente (Boris Enow, 61), Fábio Vieira, João Mário, Madi Queta (Afonso Sousa, 65) e Fábio Silva (Taddeus Nkeng, 82).

(Suplentes: Francisco Meixedo, Diogo Bessa, Pedro Justiniano, Boris Enow, Afonso Sousa, Ángel Torres e Taddeus Nkeng).

Treinador: Rui Barros.

Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Fornah (43), Luís Mata (47) e Caio Marcelo (90+1).

Assistência: cerca de 500 espetadores.