Portugal
"Estou à espera de ver as pessoas responsáveis sentadas no banco dos réus"
2020-06-16 21:15:00
Carlos Carvalhal repudia incidentes de violência sobre o Benfica

Carlos Carvalhal, treinador do Rio Ave, o próximo adversário do Benfica, repudiou os recentes atos de violência contra os encarnados, cujo autocarro foi apedrejado e com as residências do treinador e de alguns jogadores a serem vandalizadas.

"Foi um acontecimento muito grave", afirmou Carvalhal, na antevisão da partida de amanhã.

"Foi um acontecimento lamentável, que entrou na privacidade do meu amigo Bruno Lage e dos seus jogadores. Condeno essa situação e estou à espera de ver as pessoas responsáveis sentadas no banco dos réus. É um caso grave e a justiça tem de atuar para punir de forma exemplar, até para não haver casos semelhantes no futuro", reforçou.

Os incidentes, no entanto, não terão peso no desenrolar da partida, no entender do treinador do Rio Ave.

"Do ponto de vista emocional, o passado terá o seu peso até ao apito inicial. Depois, o jogo terá uma sequência que ditará no final um vencedor ou um empate. No que estamos focados é em conseguir a vitória", considerou.

"Espero um jogo entre duas equipas focadas em tentar ganhar e muito concentradas em não cometer erros. Um jogo que poderá ser decidido em pequenos pormenores. Esperamos cometer o mínimo de erros possíveis e jogar sem amarras", antecipou.

Carlos Carvalhal apontou que a sua equipa "costuma colocar dificuldades a todos os adversários", prometendo, neste desafio frente às águias, um Rio Ave a "jogar olhos nos olhos".

"Encaramos todos os jogos para vencer. Mantemos este propósito desde o início da época e já conseguimos tirar pontos ao FC Porto, vencer e empatar com o Sporting e com o Vitória Guimarães. Agora, vamos também jogar olhos nos olhos com o Benfica", prometeu.

O técnico dos vila-condenses abordou, ainda, o estado físico da sua equipa nesta retoma do campeonato, considerando que houve uma evolução na qualidade de jogo desde a derrota com o Paços de Ferreira, na jornada de regresso, até à vitória com Moreirense, na semana passada.

"Sentimos que houve uma progressão, apesar das dificuldades sentidas após a retoma da competição. Queremos continuar a fazer evoluir a equipa e estamos convencidos que o vamos mostrar nesta partida com o Benfica", garantiu Carlos Carvalhal.

Como é habitual, o técnico da formação da foz do Ave não divulgou a lista de convocados para este desafio, mas sabe que não pode contar com o defesa Costinha, o médio Jambor e avançado Schutte, todos a recuperarem de lesão.

O Rio Ave, sexto classificado com 41 pontos, recebe esta quarta-feira, em Vila do Conde, o Benfica, segundo com 61, numa partida agendada para as 21:15, que terá arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Futebol de Évora.