Portugal
Estoril critica “tratamento desigual” que ditou suspensão da II Liga
2020-05-05 22:00:00
SAD quer saber fundamentos da decisão para ponderar "a melhor forma de atuar"

O presidente da SAD do Estoril Praia, Jeffrey Saunders, criticou hoje a suspensão definitiva da II Liga pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que designou o Nacional e o Farense como os clubes a promover ao primeiro escalão.

“Não concordamos com a decisão do Governo e, portanto, não podemos concordar com a decisão da direção da Liga de suspender em definitivo a II Liga”, afirmou o dirigente norte-americano em declarações ao site oficial do emblema ‘estorilista’, acrescentando: “É agora tempo de analisar com pormenor a decisão que foi tomada e as respetivas consequências, de modo a ponderar qual a melhor forma de atuar”.

Sem deixar de reconhecer que “a saúde está, e deve estar sempre, em primeiro lugar”, Jeffrey Saunders lamentou a ausência de razões que justificassem a continuidade do primeiro escalão e a suspensão do segundo escalão devido à pandemia de covid-19 e lamentou a falta de igualdade no tratamento dos clubes.

“Era essencial que tivessem sido detalhados os elementos objetivos em que o Governo se baseou para tomar esta medida de tratamento desigual entre equipas de futebol profissional. Ontem questionámos a Liga sobre esta matéria, mas, até à data, ainda não obtivemos qualquer resposta”, frisou.

O presidente da SAD ‘estorilista’ lembrou ainda que “todas as sociedades desportivas que participam nas competições profissionais respeitaram um exigente processo de licenciamento no início da época desportiva”, reiterando a expectativa de “um tratamento igual”.

Com a designação de Nacional e Farense, os dois primeiros classificados da II Liga, para a promoção à elite do futebol nacional, caem por terra as aspirações do Estoril de conseguir a subida de escalão. Os estorilistas ocupavam o quarto lugar da prova, com 39 pontos, quando a II Liga foi suspensa por tempo indeterminado em 12 de março.

A direção da Liga de clubes decidiu hoje, em reunião extraordinária, a subida de Nacional e Farense à I Liga portuguesa de futebol e a despromoção de Cova da Piedade e Casa Pia ao Campeonato de Portugal.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) diz que “fixou” as promoções dos dois primeiros classificados da II Liga, Nacional e Farense, e a despromoção dos dois últimos, Cova da Piedade e Casa Pia, que terão de ser aprovadas em Assembleia Geral do organismo.