Portugal
"Este grupo sub-23 pode alimentar as próximas seleções"
2020-02-05 20:35:00
Francisco Neto, treinador da seleção A, elogia jogadoras após estágio

O selecionador português de futebol feminino, Francisco Neto, teceu rasgados elogios às jogadoras de sub-23, que integraram o segundo estágio de observação da época que terminou hoje com um jogo frente ao Sporting de Braga.

“Em tão pouco tempo, as jogadoras conseguiram assimilar os nossos processos e regras enquanto seleção. Já o tinham demonstrado nos treinos. São inteligentes, aprenderam muito depressa e exibiram-se a um nível muito interessante frente ao Sporting de Braga”, comentou Francisco Neto, para quem este é um "grupo sub-23 que pode alimentar as próximas seleções".

A convicção de Francisco Neto radica na observação que tem feito nos últimos meses deste grupo de jogadoras e na qualidade que encontra nas seleções de sub-19, sub-17, sub-16 e sub-15, a ponto de considerar que “o futuro do futebol feminino português será brilhante”.

O estágio chegou ao fim com o jogo de treino frente à equipa principal do Sporting de Braga, que terminou com a vitória das minhotas por 2-1, mas no qual as mais jovens deixaram excelentes indicações, em particular na primeira parte, em que chegaram ao intervalo a vencer, com um golo Andreia Jacinto.

A capitã das sub-23, Joana Martins, também elogiou o comportamento da seleção: “Seja um estágio competitivo ou de observação, é sempre um orgulho vir à seleção. Acho que o trabalho que fizemos começa a dar frutos. Apesar de não estarmos habituadas a jogar juntas, adaptámo-nos bem e conseguimos responder ao que nos foi pedido pela equipa técnica”.

Apesar de ter disputado dois jogos internacionais com a camisola principal de Portugal, Joana Martins não se considera em vantagem em relação às colegas nas futuras escolhas de Francisco Neto: “Todas as jogadoras convocadas para o estágio de Guimarães estão a um nível semelhante, deram uma boa resposta e mostraram vontade de voltar cá. Agora é continuar a trabalhar para poder entrar nos estágios competitivos da seleção”.