Portugal
"Bruno de Carvalho? Nem sequer quero ouvir falar nesse nome"
2019-03-17 15:35:00
Daniel Podence admite que sair do Sporting foi a decisão mais complicada da sua vida

Daniel Podence não esquece o ataque à Academia de Alcochete. Em entrevista ao jornal O Jogo, o atual jogador do Olympiacos admite que ainda "treme" quando o recordam do incidente e, depois de recusar alongar-se sobre o tema, até porque a rescisão por justa causa está nos tribunais, confessa que abandonar o Sporting foi a decisão mais difícil que tomou. 

"Foi, sem dúvida. Foram muitos anos lá, foi a casa onde cresci", afirmou, sem revelar se pretende regressar um dia. "Não penso nisso, penso no presente. O futuro só Deus sabe". 

Questionado se diria alguma coisa caso se cruzasse com Bruno de Carvalho, o extremo foi claro: "Não, nem olhava para ele. Passaria ao lado, nem sequer quero ouvir falar nesse nome", atirou. 

Formado no Sporting, Podence admitiu, depois, que os 'leões' deviam seguir o exemplo do Benfica e apostar na formação, algo em que "facilitaram nos últimos anos".

"O Benfica começou um trabalho há uma década e está a colher os frutos ano após ano. Pelo contrário, o Sporting andou a estragar o trabalho que tinha feito e agora não consegue fazer muito mais. O Benfica é o reflexo daquilo que um clube pode fazer se apostar na qualidade da sua formação. O Benfica está a ter frutos e o Sporting não. Todos sabem porquê", afirmou. "O Sporting não conseguiu fazer evoluir o seu scouting e a verdade é que a qualidade da formação mudou de clube". 

Agora a atura no Olympiacos, na Grécia, o extremo continua atento ao futebol português, especialmente ao Sporting. Podence admite que a qualidade de Bruno Fernandes não o surpreende, mas lamenta que a equipa não o "consiga acompanhar". 

"Surpreende-me o facto de ser tão grande a diferença dele para os outros todos: um clube grande não pode ter um superjogador e os restantes não conseguirem acompanhar. Já em relação à qualidade individual, não fico surpreendido".