Portugal
Associação vai vender cachecóis a dizer "Eu Sou Escumalha"
2020-02-06 18:25:00
Sócios do Sporting aproveitam expressão do presidente Frederico Varandas

A Associação Leais ao Visconde, formada por adeptos do Sporting, pediu o registo da marca "Eu Sou Escumalha", na categoria de cachecóis, a 10 de janeiro de 2020.

Com este registo, feito no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), a associação prepara-se para vender cachecóis a dizer "Eu Sou Escumalha", avançou a revista Sábado.

Trata-se da mesma associação que vende cachecóis, a sete euros a unidade, a dizer "A Culpa é do Bruno" (de Carvalho), marca registada há um ano.

No caso da "escumalha", é uma referência a uma recente intervenção do presidente do Sporting, Frederico Varandas.

"Não podemos pactuar com escumalha que faz incitação à violência, com escumalha que imita sons de um very light para lembrar um homicídio ou que atira tochas para o relvado. Esta escumalha não pode ter espaço no desporto português", afirmou Varandas.

As declarações do presidente do Sporting foram proferidas a 8 de janeiro, após uma reunião com o Ministério da Administração Interna, a propósito da violência no futebol.

O pedido da marca "Eu Sou Escumalha" foi efetuado dois dias depois.

A revista avançou ainda que a presidente da associação é Soraya de Amorim, uma técnica de vendas que aparecia como porta-voz do movimento Salvar o Sporting, em 2019.