Portugal
“Não estamos dispostos a correr riscos? Oh, meus amigos...”, aponta Silas
2019-12-13 10:50:00
Técnico do Sporting aponta o dedo a quem pede aposta na formação e depois critica opção por jogadores jovens

A sexta e última jornada da fase de grupos da Liga Europa, nesta quinta-feira, foi favorável aos clubes portugueses, com a derrota do Sporting a destoar, numa noite em que Silas apostou em jovens da formação leonina e viu a sua equipa derrotada pelo LASK Linz.

Já com o apuramento para os 16 avos de final nas mãos, o empate seria suficiente para a equipa lisboeta assegurar a liderança da ‘poule’, mas com segundas linhas o Sporting não conseguiu o primeiro triunfo em solo austríaco, na sétima visita.

Em declarações à imprensa, Silas aponta o dedo a quem critica as suas opções, com jogadores menos utilizados na equipa.

“O nosso plantel é este. Temos bons jogadores, bons profissionais, que merecem ganhar e merecem jogar. Nós apresentámos uma equipa e jogadores do Sporting. Não estou a perceber a polémica”, começou por dizer o técnico.

Silas explicou que a aposta na formação acarreta riscos. E não se pode pensar num projeto desse tipo de outra forma.   

“Não podemos pensar no seguinte: ‘vamos apostar na formação’. Apostamos na formação e não estamos dispostos a correr riscos? Percalços? Oh, meus amigos. Então, não é apostar na formação. Não se aposta na formação. É uma mentira, então.

Ontem, sem os habituais titulares Jérémy Mathieu e Luciano Vietto, por opção, e o capitão Bruno Fernandes, devido a castigo, o treinador revolucionou o onze, apresentando uma equipa mais jovem, com destaque para as estreias como titulares na Liga Europa de Rodrigo Fernandes, Rafael Camacho e Pedro Mendes, que não está inscrito na I Liga.

No total, foram nove alterações, relativamente ao 1-0 na receção ao Moreirense, para a 13.ª jornada da I Liga, com Renan Ribeiro a ocupar a baliza, Rosier, Ilori, Coates e Borja a comporem o quarteto defensivo, Eduardo, Rodrigo Fernandes e Miguel Luís a cargo com o meio-campo e a frente de ataque entregue a Rafael Camacho, Jesé e Pedro Mendes.

O jogo ficou marcado pela expulsão de Renan, aos 35 minutos. O Sporting viu-se a perder por 2, na conversão de uma grande penalidade, e teria uma montanha para escalar.

Perto do fim, os austríacos ampliaram a vantagem e selaram um triunfo por 3-0, deixando os leões no segundo lugar do grupo e sem estatuto de cabeça de série no sorteio de segunda-feira.

Tags: