Portugal
"A alegria de vencer por quatro ou por cinco é diferente nas bancadas"
2019-09-14 21:50:00
Bruno Lage satisfeito com o resultado diante do Gil Vicente

Bruno Lage mostrou-se satisfeito pelo resultado (2-0) conquistado este domingo, diante do Gil Vicente, em jogo da quinta jornada da Liga, mas admitiu que a exibição coletiva não foi a desejada. Para o técnico encarnado, os encontros após a paragem para os compromissos das seleções costumam ser difíceis para as 'águias'. 

"É uma vitória muito importante. Tivemos uma boa entrada durante os primeiros 10-15 minutos. (...) Depois, uma entrada forte na segunda parte, com um golo, que deu-nos tranquilidade para o resto. Não sei se serve como desculpa, não deve servir, mas senti que ficamos confortáveis no jogo. Paga-se um pouco caro os nossos atletas estarem longe por causa da seleção, na terça-feira, temos um jogo importante para a Liga dos Campeões. Gostava que fôssemos mais consistentes durante os 90 minutos", começou por dizer. 

"Este era o meu receio, que este [duelo com o Gil Vicente] fosse semelhante  ao jogo com o Tondela na última época. Um jogo depois da paragem para a seleção, contra uma equipa bem organizada, que nos criasse imensas dificuldades. São mais três pontos e estou extremamente satisfeito por esta caminhada", acrescentou o técnico na zona de entrevistas rápidas. 

Bruno Lage deixou ainda uma mensagem aos cerca de 55 mil adeptos presentes no Estádio da Luz, considerando que a "alegria é diferente" quando se vence "por quatro ou cinco", quando comparado com triunfos por "um ou dois". 

"Pedia em relação aos jogadores que mostrem nos jogos a forma como treinam e como trabalham. A alegria que têm a jogar, nem sempre o fazemos da melhor maneira. Isto é o futebol, temos de compreender quando existem estes jogos, em que as coisas até estão acontecer, mas não com a velocidade que estávamos acostumados a fazer", afirmou.

"A alegria de vencer por 4, por 5, ou por 6 é completamente diferente nas bancadas do que ganhar por 1 ou por 2. Mas o futebol é isto. Temos de nos dedicarmos ao máximo e que os nossos adeptos tenham a alegria em virem ao estádio. É um longo caminho que queremos fazer, uma caminhada na frente de todas as competições, juntos com os nossos adeptos", concluiu Bruno Lage.