Grande Futebol
"Se tivesse tido um treinador como eu, tinha sido 10 vezes mais jogador"
2019-09-08 19:20:00
Jorge Jesus em entrevista ao 'Globoesporte'

Desafiado a recordar a carreira enquanto jogador, em entrevista ao 'Globoesporte', Jorge Jesus acabou por garantir que podia ter sido muito melhor nessa função se tivesse tido um treinador que ensinasse o que ele ensina. 

"Em Portugal já disse a alguns jogadores que trabalharam comigo: 'Quando joguei, se eu tivesse um treinador que me ensinasse o que eu ensino a vocês, Jesus era 10 vezes mais jogador'. Eu quando jogava, nada disso me ensinaram. Eu não era um jogador muito forte psicologicamente, isso era uma característica que agora, como treinador, eu percebo que era muito importante saber naquela altura", começou por dizer. 

"Antigamente não sabiam o que era importante nos momentos de jogo, falava-se mais que o jogador tinha que ter uma boa condição física. Corria, corria, corria, mas bola nada. E quando cheguei a teinador fiz tudo ao contrário e comecei a fazer coisas que hoje o futebol no mundo faz", acrescentou. 

Jorge Jesus falou ainda sobre os seus métodos de trabalho, dizendo ser um "autodidata".

"Eu sou autodidata. Não leio livros sobre futebol. Todo o meu trabalho de campo fui em quem criei, fui eu quem pensei. Acho que um treinador é isso. Claro que há muitas ferramentas que ajudam o trabalho do treinador, é preciso ter uma estrutura para proporcionar sua valorização. Não sei explicar muito mais... As minhas exigências vão de acordo com o que eu acredito. (...) Tem que ser exigente em qualquer profissão. Tem que conhecer. Se não conheces, como vai exigir? Há uma diferença grande entre ensinar e saber ensinar. Ensinar, todos sabem. O saber ensinar é que faz diferença", concluiu. 

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa