Grande Futebol
SC Braga de 'cepa' europeia bate Slovan Bratislava
2019-12-12 22:35:00
Minhotos vencem grupo e serão cabeças de sério no sorteio dos 16 avos de final

O SC Braga foi hoje à Eslováquia vencer categoricamente o Slovan Bratislava por 4-2 e terminou o grupo K da Liga Europa de futebol em primeiro lugar, com quatro triunfos e apenas dois empates.

Sob muito frio, e até neve, em Bratislava, a equipa orientada por Ricardo Sá Pinto esteve por duas vezes em desvantagem, golos de Sporar (42 minutos) e Mohammed Rharsalla (70), mas foi sempre muito rápida a reagir, por Rui Fonte (44) e Trincão (72).

Um autogolo de Bozhikov (75) colocou os minhotos na frente pela primeira vez no jogo, antes do tento final de Paulinho, já no período de descontos (90+3).

O Sporting de Braga, que vinha de uma derrota amarga no campeonato (1-0 com o Desportivo das Aves), conclui uma campanha quase perfeita, tendo somado 14 pontos em 18 possíveis (quatro vitórias e apenas dois empates, além dos quatro triunfos das fases de qualificação), batendo recordes internos (mais pontos e mais golos numa fase de grupos) e elevando para 13 os jogos 'europeus' consecutivos sem perder.

Depois de um primeiro período 'morno', os 'arsenalistas' fizeram uma excelente segunda parte e podiam ter feito mesmo mais golos, umas vezes por falta de pontaria e outras por boas defesas do guardião contrário.

Tal como tinha anunciado na véspera, Sá Pinto fez muitas alterações no 'onze' - seis -, com destaque para a estreia esta época de Tiago Sá na baliza e para a titularidade dos pouco utilizados Caju e Agbo, assim como do jovem Trincão, que fez um grande jogo.

O Slovan Bratislava, que só tinha cinco jogadores no banco de suplentes e dois deles eram guarda-redes, marcou primeiro, com Sporar a aproveitar da melhor maneira um erro de Pablo, após um lançamento longo que apanhou a defesa bracarense mal posicionada (42).

A desvantagem só durou dois minutos, porque Rui Fonte, com um belo cabeceamento, após canto cobrado por Trincão, fez o empate.

Na segunda parte, quase só deu Braga e Ricardo Horta, com um falhanço incrível (65), deu o mote para o que aí vinha, apesar de ter sido o Slovan, em clara contracorrente, a fazer o segundo, por Rharsalla, que rematou em arco, após tabelar com Sporar (70).

Mas, tal como na primeira parte, o Sporting de Braga foi lesto na resposta e Trincão foi enganando adversários na área até rematar e fazer o seu primeiro golo pelos minhotos (72).

Logo a seguir, João Novais arrancou pelo meio da defesa eslovaca e tentou servir Ricardo Horta, mas foi Bozhikov a introduzir a bola na própria baliza (75). Os mesmos jogadores podiam ter marcado, mas viram Greif impedi-lo com grandes defesas (83 e 85).

O guardião, contudo, nada podia fazer diante do cabeceamento de Paulinho, após centro de trivela 'açucarado' de Fransérgio, já nos descontos, após um rápido contra-ataque diante de um adversário já derrotado.

Estádio Narodny, em Bratislava.

Slovan Bratislava - Sporting de Braga, 2-4.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Sporar, 42 minutos.

1-1, Rui Fonte, 44.

2-1, Mohammed Rharsalla, 70.

2-2, Trincão, 72.

2-3, Vasil Bozhikov, 75 (própria baliza).

2-4, Paulinho, 90+3.

Equipas:

- Slovan Bratislava: Dominik Greif, Jurij Medvedev, Myenty Abena, Vasil Bozhikov, Vernon De Marco, Marin Ljubicic, Nono (Kenen Bajric, 76), Erik Daniel, Mohammed Rharsalla, Dejan Drazic (Rafael Ratão, 78) e Andraz Sporar.

(Suplentes: Michal Sulla, Martin Trnovsky, Rafael Ratão, Artem Sukhotskiy e Kenen Bajric)

Treinador: Jan Kozak.

- Sporting de Braga: Tiago Sá, Esgaio, Bruno Viana, Pablo, Caju (Diogo Viana, 59), Uche Agbo, João Novais, Fransérgio, Ricardo Horta, Trincão (Galeno, 82) e Rui Fonte (Paulinho, 82).

(Suplentes: Eduardo, Diogo Viana, Murilo, Palhinha, André Horta, Paulinho e Galeno).

Treinador: Ricardo Sá Pinto.

Árbitro: Pawel Gil (Polónia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Jurij Medvedev (82).