Grande Futebol
Klopp escreve a menino do Manchester United que lhe pediu para Liverpool perder
2020-02-21 12:40:00
Alemão deu uma lição ao jovem adepto entre agradecimentos pela paixão que o jovem tem... pelo United

O Liverpool segue numa marcha de vitórias imparável e um jovem adepto do Manchester United escreveu a Jürgen Klopp a ver se seria possível que a turma de Anfield pudesse perder alguns jogos. O alemão dos 'reds' não deixou a criança sem resposta e a carta já se tornou viral.

"O meu nome é Daragh e tenho 10 anos. Sou adepto do Manchester United e escrevo-te para me queixar. O Liverpool está a ganhar demasiados jogos. Se ganhares mais nove ficas com o recorde de invencibilidade do futebol inglês. Sendo um adepto do United, isso é muito triste. Por isso, da próxima vez que o Liverpool jogar, faz com que percam. Deves deixar que a outra equipa marque. Espero ter-te convencido a não vencer a liga nem mais qualquer jogo", pode ler-se na carta do jovem, que também já se tornou viral nas redes sociais.

E Klopp não deixou o menino sem resposta, agradecendo, desde logo, por ele ter escrito.

"É sempre bom ouvir jovens adeptos, independentemente sobre o que seja, por isso gostei que entrasses em contacto", salientou Klopp, dizendo que "infelizmente" não pode satisfazer o pedido.

"Pelo menos não por vontade própria. Por muito que queiras que o Liverpool perca, o meu trabalho é fazer tudo o que conseguir para ajudar o Liverpool a ganhar e há milhões de pessoas em todo o mundo a querer o mesmo e não as quero mesmo desiludir".

O treinador germânico salientou ainda que os 'reds' já perderam no passado e crê que vão "perder mais no futuro porque o futebol é assim".

Todavia, Klopp, no papel de pessoa mais velha, deixa um conselho ao jovem adepto do United.

"O problema é que, como só tens 10 anos, achas que as coisas vão ser assim sempre mas se há uma coisa que te posso dizer aos 52 anos é que isso não vai mesmo acontecer."

Após ler a carta, Klopp assume ter ficado satisfeito com a carta de Daragh porque, mesmo tratando-se de um adepto do rival, o técnico alemão percebe que a "paixão pelo futebol" e "pelo clube" não irá terminar.

"O Manchester United tem sorte em ter-te. Espero que se tivermos a sorte de ganhar mais jogos e talvez levantarmos mais uns troféus não vais ficar desiludido porque, embora os nossos clubes sejam grandes rivais, também temos um grande respeito um pelo outro. Isso, para mim, é o futebol."