Grande Futebol
“Às vezes, é impossível defender bem contra Ronaldo”, diz Koeman
2019-06-07 09:25:00
Selecionador holandês antecipa jogo difícil diante de Portugal

A Holanda derrotou a Inglaterra, nesta quinta-feira, em Guimarães, e vai defrontar Portugal na final da Liga das Nações, já no domingo. Ronald Koeman, selecionador da Holanda, faz uma análise positiva à prestação dos seus jogadores.

"Foi um bom jogo da nossa parte, porque tivemos o controlo da partida desde o seu início. Na primeira parte, sinto que jogámos pelos lados. Devíamos jogar mais pelo meio, porque foi aí que a Inglaterra teve mais problemas. Sofremos um penálti escusado, mas nunca desistimos do resultado. Fomos a melhor equipa. Foi um jogo de desgaste. A nossa prestação não me surpreendeu. Na fase final do jogo, estivemos em melhor forma física”, resumiu.

O técnico aproveitou para lançar o encontro decisivo com Portugal. “Vamos analisar a partida e recuperar. E se houver jogadores que não possam ser utilizados, temos excelentes suplentes”, começou por dizer.

Koeman sustenta que, na sua opinião, “a Suíça jogou melhor, por vezes”, na outra meia-final. “Mas nem tudo tem que ver com a posse da bola. Tem que ver com o resultado e o Ronaldo foi fantástico”, acrescentou.

 “A final não vai ser uma batalha entre Ronaldo e Van Dijk, mas entre Portugal e Holanda. Às vezes, é impossível defender bem contra Ronaldo. O que podemos fazer é manter a posse da bola, porque, se a tivermos, ele não pode fazer nada no ataque”, antecipou ainda.

“Eliminámos a Alemanha e a França [na fase de grupos da Liga das Nações]. E eliminámos a Inglaterra, seleção número quatro do ranking da FIFA. É um sinal da evolução que temos registado. A equipa está confiante na forma como jogamos e queremos jogar. Temos grandes talentos na equipa, dois jogadores que ganharam a Liga dos Campeões”, concluiu o técnico holandês.

No domingo, às 19:45, no Estádio do Dragão, no Porto, a Holanda vai disputar a final da primeira edição da Liga das Nações, frente a Portugal, que na quarta-feira bateu a Suíça também por 3-1, graças a um ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo.