Fora da Bancada
Itália com 627 mortes nas últimas 24 horas e um total superior a 4000 óbitos
2020-03-20 18:05:00
Proteção Civil italiana revela que a pandemia de coronavírus já matou 4032 pessoas

Itália ultrapassou hoje os 4000 mortos devido à pandemia de coronavírus, com a morte, nas últimas 24 horas, de mais 627 pessoas, anunciou hoje a Proteção Civil italiana.

A região de Milão, a Lombardia (norte), continua a ser a que regista mais mortes, com 381 de quinta-feira para hoje, totalizando 2.549 casos mortais.

O diretor da Proteção Civil italiana, Angelo Borrelli, anunciou hoje que o número total de infeções ascende a 47.021, mais 5986 que na quinta-feira, um novo recorde.

Ao todo, 4032 pessoas infetadas morreram.

Segundo as autoridades, a maioria dos mortos eram pessoas com problemas de saúde anteriores à infeção, como doenças cardíacas ou diabetes.

Itália, com 60 milhões de habitantes, regista um terço do total de mortes no mundo provocadas pelo novo coronavírus.

Só nos últimos três dias morreram mais de 1.500 pessoas no país.

Com 4032 mortos, Itália regista 66 mortes por milhão de habitantes, uma proporção que se eleva a 250 na Lombardia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, infetou mais de 265 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 11.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto afeta já 182 países e territórios, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O continente europeu é aquele onde estão a surgir atualmente mais casos.

Depois de Itália, os países mais afetados são a Espanha, com 19.980 casos e 1002 mortes, e França, com 9.134 casos e 264 mortes.

Em Portugal, segundo os últimos dados oficiais, há 1020 casos de infeção, seis deles mortais.