Portugal
“Concordo que Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira se mantenham calados”
2020-04-04 11:35:00
Carlos Pereira deixa um pedido aos presidentes do FC Porto e Benfica

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, falou sobre o panorama atual do futebol português, bem como do futuro dos campeonatos.

Em entrevista ao jornal A Bola, o dirigente defende um “ano zero”, no qual não haveria campeão nacional.

“Para terminar o campeonato teria de haver uma Assembleia Geral com 100% de unanimidade. Para mim, a solução seria ano zero. Sem campeão. Sem vencedores nem vencidos. Não havendo campeão fica tudo resolvido”, afirmou Carlos Pereira.

Questionado sobre o silêncio de Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira, presidentes do FC Porto e Benfica, respetivamente, o líder do Marítimo foi perentório, numa altura em que os dois clubes são parte interessada na questão da luta pelo título.

“Poderá influenciar uma decisão da Liga, como poderá influenciar a opinião pública, não pensando nos outros, mas sim nos próprios clubes. Concordo perfeitamente que Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira se mantenham calados até que esta situação se resolva”, salientou.

Apesar da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga de Clubes defenderem o recomeço dos campeonatos profissionais em maio, uma questão que ainda está a ser debatida é o suposto alargamento da I Liga, segundo os clubes do Campeonato de Portugal.

Uma ideia que, na perspetiva de Carlos Pereira, merece criticas, referindo que a medida "não terá qualquer tipo de aceitação" por parte da direção do Marítimo.

“Nem pensar! O grupo que trabalhou esse projeto foi muito ambicioso. Quis subir muitos degraus de uma vez. Não posso entender e perceber como o futebol amador quer interferir no futebol profissional”, rematou.